Prefeitura Municipal de Taquaruçu do Sul, 14 de Novembro de 2018
Nosso Município

Histórico

Taquaruçu do Sul recebeu este nome porque, em 1919, descendentes de imigrantes italianos, oriundos da região colonial da Serra Gaúcha (Guaporé) e da “Quarta Colônia” (Júlio de Castilhos e Cachoeira do Sul, hoje Nova Palma, Ivorá e Faxinal do Soturno) estabeleceram-se nas terras do interior de Frederico Westphalen. Ao se fixarem nessas terras, avistaram uma fonte de água encoberta por taquaruçus. Então, esta localidade passou a denominar-se Taquaruçu.

Esses descendentes de imigrantes italianos tiveram como primeiras atividades o cultivo da terra e a criação de gado. Logo surgiu o primeiro núcleo de moradores, que, com o passar do tempo foram criando condições de infraestrutura necessárias à efetivação do município autônomo e independente.

No dia 15 de julho de 1985, foi eleita a Comissão Emancipacionista, tendo como meta imediata a conquista da autonomia política e administrativa do então distrito de Taquaruçu, desmembrando-o do município de Frederico Westphalen, o que foi conseguido, após dois anos de trabalhos intensos de convencimento da população e de coleta de dados para convencer as autoridades.

Essa tarefa coroou-se de êxito, quando, no dia 20 de dezembro de 1987, foi realizado o plebiscito, com o aval de 91,55% dos eleitores, que compareceram às urnas, aprovando a emancipação. O Município de Taquaruçu do Sul foi criado pela Lei nº 8.599/88, assinada pelo Governador do Estado no dia 09 de maio 1988, sendo instalado no dia 01 de janeiro de 1989. Esta lei foi alterada pela Lei nº 8.972, de 08 de janeiro de 1990, que retificou os limites com os municípios vizinhos e corrigiu sua área.

Comunidades

Um fator importante do município é a forte organização social, um legado histórico dos colonizadores que fundaram e construíram as estruturas de 19 (dezenove) comunidades no interior do município.

Na sede do município e em todas comunidades foram organizadas: a área de lazer (sede social, clube de futebol); estrutura educacional (escolas em praticamente todas, sendo que atualmente apenas na linha Fátima está em funcionamento); e religiosa (capelas na grande maioria).

Relação das comunidades:

Linha Volpatto
Linha Chielle/Pessotto
Linha Casaril
Linha Piaia
Linha Pessegueiro
Linha Barra do Fortaleza
Linha Rincão
Linha Fátima
Linha Cerro Alto
Linha Travessão Seco
Linha Dez de Novembro
Linha Três Fronteiras
Linha Santo Antônio
Linha Balestrin
Linha Turchetto
Linha Sete de Setembro
Linha Zanatta
Linha Novo Sobradinho
Linha Granja Velha

DADOS GERAIS

Criação do Município: Lei 8.599, de 09 de maio de 1988
Alteração do Território: Lei 8.972, de 08 de janeiro de 1990
Município de Origem: Frederico Westphalen
Extensão Territorial: 77,74 Km²
Latitude: 27°25' Sul
Longitude: 23°27' Oeste Altitude Média: 475m
Altitude da Sede: 549m Altitude Máxima: 577m
Relevo: Levemente ondulado e ondulado com regiões montanhosas
Clima: Subtropical
Temperatura Média Anual:19°
Precipitação Pluviométrica Média Anual: 1.800 a 2.000 mm
Distância da Capital: 420 km
Código de Endereço Postal – CEP: 98410-000
Associação: AMZOP - Associação dos Municípios da Zona da Produção
Conselho Regional: CODEMAU - Médio Uruguai
Região Geográfica do Brasil: Sul
Região Geográfica do RS: Norte
Perfil Populacional: Rural
Perfil Econômico: Agropecuário
População Total: 2.966 (Censo 2010)
População Urbana: 1.164
População Rural: 1.802
População Total – Masculina: 1.517
População Total – Feminina: 1.449
Domicílios: 1.019